terça-feira, 10 de janeiro de 2012

EU

(Por Ivan Silva)

Quando digo eu, 
não fica difícil ver onde está a falha. 

Eu sou a falha. 

O desgaste no dente da engrenagem. 
A porteirinha da boca banguela...

2 comentários:

Alexandre Mendes disse...

Talvez a falha esteja em volta do poeta...

Heliany Wyrta disse...

O Alexandre tem razão.
A falha está na entourage.
Esse mundo é louco demais para gente 'a-normal' como nós!