domingo, 4 de setembro de 2011

SABE

(Por Ivan Silva)

sabe o que eu queria
nunca mais comer nada
nunca mais comprar nada
nunca mais fazer nada por obrigação
nunca mais ver as pessoas felizes com as suas vidas e ficar calado
nunca mais colaborar com todos esses problemas que afetam os sentimentos,
a vida,
a natureza,
o ser humano
(esse animal que sabe que sabe)

3 comentários:

Sarah El Khouri disse...

Nossa!! Muito bom, Ivan!!! boa definição do conflito interno que há dentro de seres humanos, mas de seres que realmente pensam e filosofam sobre a vida. Este poema me fez recordar uma frase de Kafka que diz mais ou menos assim:"Aquele que deseja ir até o fundo de si mesmo jamais será poupado do desafio do sofrimento."
Este poema expressa a vontade de muitos poetas Abraço :D

Alexandre Mendes disse...

São coisas difíceis de parar de fazer. Eu adoro comer,por exemplo.
Entretanto, te desejo boa sorte!

Anna Alchuffi disse...

Parar de comer eu não queria, mas o resto que você disse sim!