terça-feira, 23 de junho de 2009

Pirapitinga em Tupi



Comparado a um pirapitinga, vivo em um pequeno pedaço.
Pulando de solo em poças , a espera pela chegada ao mar,
mas o deserto pode vir também...
Não tenho pressa, vou apenas pulando nas poças, assim respiro um pouco,
em pequenos pedaços, e sinto-me vivo, sinto-me morto, sinto-me vivo
sinto-me morto.
Um curto tempo, um curto prazo, curto como um trocar de passos.
Poderia me comparar a uma ibirapuera, que espera pela estação das águas,
e que no decorrer do tempo, fica pitinga no verão,
perde até as cascas no inverno,
na primavera....e na primavera...

Pirapitinga, em quase Tupi.

2 comentários:

Karlinha disse...

Ain o que eu falo??
Vc acaba com todo meu repertório de comentário... hauIHAuhaui...
Adorei né?
=]

Vc escreve muitíssimo bem... =D
Bjo.

Diego El Khouri disse...

massaaa como sempreeeee